Porteur
Jean Gomes
Session
2019
Co-porteur(s)
Gutemberg de Vilhena Silva
Titre
Territorialidades indígenas: dinâmica da mobilidade dos Palikur do baixo Oiapoque, na fronteira franco-brasileira (1996 – 2016)
Résumé
O presente trabalho de pesquisa trata da mobilidade em zona de fronteira, tendo como referencial os grupos indígenas da Amazônia brasileira, em especial, os Palikur na fronteira entre o Brasil (Amapá) e a França (Guiana Francesa). Tem-se por objetivo principal analisar a dinâmica da mobilidade dos Palikur do baixo Oiapoque, na fronteira franco-brasileira, entre os anos de 1996 a 2016. A mobilidade aqui é pensada como a capacidade de o indígena se movimentar e fazer mover tradição e cultura pelo próprio território. Em razão da fronteira existente neste local da Amazônia, o fundamento central é que as movimentações territoriais indígenas, estando relacionadas a aspectos de ordem política, econômica, social e cultural, suplantam o limite jurídico imposto. A partir deste viés, a fronteira é pensada como elemento motivador de novas territorialidades. Através de uma pesquisa do tipo exploratória de caráter qualitativo, os estudos serão realizados a partir de uma estratégia metodológica de etapas interdependentes, que se desenvolvem, primeiramente, com a pesquisa bibliográfica e documental e, posteriormente, com a realização do trabalho de campo, pelo emprego da técnica da observação, bem como da aplicação de entrevistas pela interação grupal (grupo focal). Como resultados mais relevantes, o trabalho busca apresentar estudos inovadores e abrangentes, sobre a mobilidade indígena, no contexto fronteiriço, por abarcar territorialidades motivadas por elementos que inauguram outras alterações às relações territoriais vividas pelos grupos, sobretudo, quando o ponto de convergência são as fronteiras externas da Amazônia brasileira.
Type de projet
Projet OHM
OHM(s) concerné(s)
  • Oyapock
Disciplines
Anthropologie, Géographie, Histoire
Image

Porteur

Jean
Gomes
Jean Paulo Pinheiro Gomes é Graduado no Curso de Licenciatura e Bacharelado em História pela Universidade Federal do Amapá . Pós Graduado no Curso Lato Sensu Especialização em Docência do Ensino Superior pela Faculdade META. Cursou Mestrado em Antropologia pela Universidade Tecnológica Intercontinental UTIC que encontra-se na fase de conclusão e defesa da dissertação. Discente do Curso de Pós-graduação Mestrado em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Amapá - PPG/MDR-UNIFAP. Atuou como Professor Formador no Programa de Formação de Professores Indígenas da Secretaria de Estado da educação do Amapá. Também atuou como Professor no Ensino Superior nas Disciplinas do Curso de História; Pedagogia. Atuou ainda em Assessoria para Elaboração de Projetos na Secretaria Extraordinária dos Povos Indígenas do Amapá; Em Cursos Profissionalizantes para Professores das séries iniciais, bem como na área da Gestão Educacional pela Secretaria de Estado da Educação como gestor escolar; coordenador de educação especifica e coordenador de administração.Do ano de 2015 ao ano de 2016 , atuou como Assessor Técnico da Câmara de Educação Profissional e Ensino Superior do Conselho Estadual de Educação do Amapá, onde participou de elaboração de Pareceres e Resoluções na área da Educação Profissional e Educação Superior; Instrumentos de Avaliação Institucional Externa e Avaliação de Cursos de Graduação; Comissão Técnica de Avaliação de Instituições de Ensino Superior. Coordenador de Eventos Educacionais. Teve atuação como Professor de História no Colégio Amapaense no Ensino de Tempo Integral. Também atuou na Unidade de Lotação e Movimentação da Secretaria de Estado da Educação do Amapá.

Participants

Silva
Gutemberg de Vilhena
Silva Gutemberg de Vilhena
Gutemberg de Vilhena Silva é Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Amapá (2005). Mestre na mesma área pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Doutor também em Geografia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/// Pós-Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP), em 2015, e pela Universidade Sorbonne Nouvelle, Paris 3, em 2016. É docente da Universidade Federal do Amapá UNIFAP, onde criou e coordena o Grupo de Pesquisa Políticas Territoriais e Desenvolvimento (POTEDES), que conta com colaboradores do Brasil, da França e da Venezuela.Atualmente coordena o Mestrado em Estudos de Fronteira da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP).